Foto: Phil Noble/Reuters)
 
CITY ABRE VANTAGEM NA SEMIFINAL
 
Atual bicampeão e invicto desde outubro de 2016 na Copa da Liga Inglesa, o Manchester City deu um passo importante para mais sua terceira decisão seguida. Com atuação magistral no primeiro tempo, o time de Pep Guardiola derrotou o Manchester United por 3 a 1 nesta terça-feira, no Old Trafford, no jogo de ida da semifinal da competição - única fase da Copa da Liga que tem ida e volta. Bernardo Silva, Mahrez e Andreas Pereira, contra, marncaram para o City, com Rashford descontando. Os rivais de Manchester voltarão a se enfrentar no dia 29 no jogo de volta, no Etihad Stadium, e o City terá a vantagem de poder perder por até um gol de diferença em seu estádio. Não há critério de gol qualificado na competição.
 
PRIMEIRO TEMPO PERFEITO DO CITY
 
Sem um jogador de referência na área, o City seguiu à risca o que Pep Guardiola revelou em entrevista a uma TV inglesa na chegada ao estádio: ter controle do jogo, trocar passes, manter a posse de bola e atacar no momento certo. O resultado? Com muita movimentação e chegando à área constantemente com os jogadores do meio-campo, o City destruiu o United na primeira etapa. Aos 12 minutos, Bernardo Silva abriu o placar com um lindo chute da entrada da área, no ângulo do goleiro De Gea. Aos 32, o segundo gol: Mahrez recebeu ótimo passe de Bernardo Silva em velocidade, driblou De Gea e bateu para o gol vazio. O terceiro foi o mais bonito: em contra-ataque rápido, De Bruyne deu um drible humilhante em Phil Jones e chutou de esquerda. De Gea espalmou, e o brasileiro Andreas Pereira marcou contra no rebote.
 
SEGUNDO TEMPO EQUILIBRADO
 
Com a entrada de Matic no lugar de Lingard, e principalmente graças à acomodação do City, o Manchester United conseguiu ao menos equilibrar o segundo tempo. Ainda assim, o time da casa criou muito poucas oportundidades reais de gol. Ao menos, conseguiu aproveitar a melhor chance: aos 24, Greenwood avançou em contra-ataque e rolou para Rashford bater cruzado, no canto direito de bravo.